sexta-feira, 7 de dezembro de 2007

O Vasco e os outros

Quando se fizer uma pesquisa sobre os clubes de futebol do Rio de Janeiro, é melhor separá-la em duas partes: uma exclusiva para o Club de Regatas Vasco da Gama e outra para os restantes.

A começar pelo nome. Os outros nasceram de vocações bairristas, por isso nomes com referências que não ultrapassam o estado onde surgiram. O Vasco não. O Vasco tem nome e sobrenome. Da difícil escolha a ser feita, durante a fundação do Club, de um nome que representasse uma colônia, mas ao mesmo tempo não segregasse pessoas que não pertencessem à ela, surgiu a solução inusitada de um nome próprio. Nome de um herói, cuja existência foi real mas sua história o fez mito, que a herança portuguesa deixou nessas terras em meio a tantos outros. Vasco da Gama. O irônico é que, mesmo com sobrenome, a torcida cruzmaltina é a única que não precisa recorrer a apelidos, amputando sílabas aleatoriamente para formar monossílabos e dissílabos que caibam em seus gritos. O nome Vasco pode ser cantado sem maiores dificuldades, e possui um “a” de pronúncia aberta, sempre abafando os nomes com as outras vogais na batalha dos gritos nos estádios. Váááááááááásco!

Os outros clubes são identificados por suas cores. Infelizmente para eles há centenas de outros clubes espalhados pelo mundo com as mesmas cores – por isso esses adjetivos nunca são suficientes. O Vasco não. O Vasco traz na adjetivação de tudo que se relaciona e ele o seu símbolo, resultando numa qualidade que não deixa dúvidas quando proferida: Cruzmaltino. Em meio a tantos alvinegros, rubro-negros, tricolores e multicolores que surgiram, há um Clube com um símbolo tão forte que sobrepujou suas cores, e é através dele que se dá sua identidade.

Os outros clubes surgiram com vergonha de suas origens. Foram fundados pela elite fascista, que tinha vergonha de ser brasileira de origem portuguesa, desejando ser inglesa ou alemã. Se pudessem erradicariam da cidade aqueles milhares de escravos libertos e seus descendentes. O Vasco não. O Vasco traz o orgulho de suas origens: lusitana no nome, suburbana em sua localização e negra em sua história. Ao contrário do que se diz, não foi somente o primeiro clube a acolher jogadores negros, e sim um dos primeiros lugares onde todos os brasileiros tiveram voz de forma igual. Chegando ao ponto de eleger, ainda no início do século, um presidente negro. É inegável que a idéia de um Brasil igualitário, que todos sonhamos a ainda buscamos construir, teve sua origem no Club de Regatas Vasco da Gama.

Os outros clubes sempre tiveram toda a benevolência do Estado, em todos os seus níveis, para alcançarem seus objetivos. Através de relações promíscuas com o poder e com a imprensa, conseguiram terrenos, financiamentos, e diversos outros favores para aumentar seus patrimônios e torcidas. O Vasco não. O Vasco sempre teve tudo contra si: Estado, imprensa e federações. Sedes foram demolidas, campanhas difamatórias foram feitas e nenhum passo foi facilitado, mesmo quando o resultado seria benéfico para toda cidade. O maior exemplo: a construção de São Januário. Nenhum clube tem uma relação tão forte com seu estádio. Contrariando a lógica que foi aplicada aos outros clubes, nenhum centavo de dinheiro público foi investido na construção da casa cruzmaltina. A exigência, por parte dos clubes elitistas, de se ter um estádio próprio para poder competir, fez nascer um dos exemplos mais lindos que se tem notícia de mobilização popular. A enorme quantidade de mãos que participaram daquela obra, de maneiras diversas, tem reflexos 80 anos depois, quando jovens demonstram amor por cada tijolo que compõe o Gigante da Colina.

Por tudo isso o Club de regatas Vasco da Gama é diferente: por ser um sobrevivente que resistiu ao centenário graças exclusivamente aos cruzmaltinos. Títulos podem surgir aos montes, em uma década de sucesso um clube pode ser incluído entre os mais vencedores de todos os tempos. Mas história, origem e trajetória não podem ser conquistadas ou compradas. E é por isso que qualquer outra instituição esportiva, mesmo com dezenas de campeonatos mundiais conquistados, quando se deparar com o Club de Regatas Vasco da Gama deve ter a consciência de estar contemplando o maior Club do Brasil.

Vinicius Guimarães

24 comentários:

Dois pra Lá, Dois pra Cá ! disse...

Muito bom texto ! Parabéns ...
Arrepio no final cara !
Maior Club do Brasil.. a história do Vasco é demais ! =)

Boa sorte com o blog.
beijos Camila !

Guilherme disse...

ÓTIMO texto... conseguiu expressar, em poucos parágrafos, muitíssimo bem, o que representa o Club de Regatas Vasco da Gama, a maior e mais importante instituição esportiva/social do Brasil.

Guilherme disse...

Só um probleminha... no logotipo do blog, ali em cima, estão seis estrelas...

Não sei se foi de propósito, ou não, mas são oito...

Abraços.

joao pedro disse...

caralho, só uma coisa a declarar:


Orgulho

. disse...

Muito bom mesmo!

Leandro disse...

Maravilhoso de ver isso.
o vasco é isso historia e vitorias.
parabens.

Tom disse...

Nada é maior que o Vasco!

BGM disse...

Lindo...

Pedro disse...

Sem palavras.
Texto SHOW!

SV

Anônimo disse...

mto bonito
no final fiquei todo arrepiado
é isso aí, é uma palhaçada esses times que nem sao paulo ficarem falando que tem mais historia e tradiçao que o vasco!
VAAAAAAAAAAAASCCOOO!!!

Raul disse...

EH MAIS FACIL SEPARAR OS CLUBES CARIOCAS EM DOIS:
O VASCO E O RESTO


MASSA

Anônimo disse...

veja a historia do fluminense e perceberas que esta é feita de muitos atos e não apenas de palavras rebuscadas e pouca história.
Tem mt inverdades no seu texto sobre os outros clubes e sobre supostos herois.
a historia da igualdade racial do vasco é bem legal,porém o atual presidente não corrobora das mesmas honestidades tão exaltadas nesse texto.
ps: o Fluminense construiu o estádio da laranjeiras com seu próprio dinheiro a pedido do presidente da república,para que a seleção pudesse jogar a sul americana, e sem maracutaias.
saudações tricolores.

sarah εïз disse...

lindo!
poucas vezes li um texto q demonstrasse tanto amor pelo VASCO.

vou colocar o link no meu blog!
:)

Fred disse...

Gênial , Fantástico , Emocionante !

Parabéns ! Esta nos Favoritos Já !

senhorrato2 disse...

SENSACIONAL !!!


PARABÉNS.

marivianna disse...

Aee VASCAO!!

Valeu Casimiro!!!!!rsrs

GORDO(CUIABÁ-MT) disse...

SHOW DE BOLA
É POR ISSO TUDO QUE EU TENHO ORGULHO DE SER VASCAÍNO.

Seu Janú disse...

Casimiro???

Israel disse...

Maravilhoso, sensacional, emocionante e genial.
Por várias vezes falei com todos sobre nossa história, A MAIS LINDA DO BRASIL, mais seu texto retrata de uma maneira bem contundente tudo que é ser Vasco;
Infelizmente temos que aguentar essa mídia inescrepulosa falando mal do nosso clube,
Saudações cruzmaltinas,
"SER VASCO É SER FELIZ"
DE: Waldir e família(toda vascaína): Patricia, Natália, Juliana e Mateus.

João da Ega disse...

Vascaínos,
Senti-me contemplado pelas palavras que li nesse texto. Belo texto!
Não conhecia o blog. Vou passar a freqüentá-lo!
Saudações cruzmaltinas
André Botelho

Anônimo disse...

Po kra, mto bom mesmo!!
ótimo texto, retrata uma realidade inegavel!

mas soh vim aki pra chamar a atenção pra um erro ali de digitação nessa parte:

"Por tudo isso o Club de regatas Vaso da Gama é diferente: por ser um sobrevivente que resistiu ao centenário graças exclusivamente aos cruzmaltinos."

espero q alguem leia meu comentario e faça as devidas alteraçoes!

mais uma vez, parabens pelo lindo texto!!

Seu Janú disse...

Corrigido! Valeu pela dica. Saudações vascaínas.

rickmarquesss disse...

Porra, até que enfim vejo um blog institucional puro do maior clube do mundo. Nasci em um ano glorioso do nosso Vasco - 1945. Fui mascote no ano de 49. Ademir, Lelé, Chico, pegaram-me ao colo. Meu pai era apaixonado pela Colina. Lembro-me dos jogos em que me levava. Ouço a flauta de Ramalho ecoar para levantar a torcida. Lembro-me de Sabará fazendo um gol olímpico em Chamorro, goleiro do flamengo, numa partida em que o Vasco ganhou de nosso maior rival por 3x0. Isso na década de 50. Lembro-me do super-super campeonato de 58 quando Roberto Pinto foi glorificado, e o Vasco - mesmo com o empate contra o flamento - saiu com a taça linda. Meu pai e eu saimos do Maracanã e os vascaínos tomavam banho de cerveja. Que tempos tremendos. Acho que o Vasco é fênix - sairá dessas cinzas passageiras e se levantará com a força do eterno expresso da vitória. Um grande abraço a todos.
Ricardo

Kylder disse...

Uma expressao linda de um vascaino a todos os cruzmaltinos ...
SAUDAÇOES VASCAINAS !